BLOG

Dicas

Descubra como decorar o banheiro híbrido: do casal que funciona como lavabo

 

O dilema é comum: casas e apartamentos sem um lavabo exclusivo precisam adaptar o banheiro social para receber visitas. As maneiras de conciliar esses dois jeitos de usar este espaço, no entanto, se multiplicaram ao longo do tempo graças ao esforço de arquitetos e designers de interiores, que se dedicam com frequência a este tipo de obra. 

 

Fica fácil montar um bom banheiro híbrido - aquele que cumpre a missão de lavabo e de banheiro ao mesmo tempo, com primor -  depois de dedicar tempo ao planejamento. Calcular as medidas confortáveis para a distribuição das louças no espaço é o primeiro passo, que vem logo seguido pela escolha da posição adequada de torneira e chuveiro. Vale também decidir com atenção que tipo de iluminação será a melhor para atender a demanda de claridade geral e luz direcionada. Tudo isso, claro, acompanhado de um olhar atento para a organização do ambiente. O assunto te interessou? A Celite te ajuda com esse plano. 

 

Banheiro ou lavabo? Conheça as diferenças

Para começar, precisamos entender o que define um ambiente como banheiro ou lavabo. Ambos são dedicados aos cuidados com a higiene pessoal e por isso precisam oferecer a pia e a bacia sanitária. É justamente a presença de um terceiro espaço - a área do chuveiro ou da ducha - que formaliza um ambiente como banheiro completo. Por contar apenas com duas peças, o lavabo normalmente possui medidas mais enxutas. 

 

As construções mais recentes no mercado brasileiro costumam alocar um lavabo pequeno junto à área social, já que sua função primordial reside nesse uso rápido, que atende bem os visitantes do endereço. Em casos como este, apenas o segundo banheiro da casa, normalmente posicionado na área íntima, ganha o espaço de banho. Construções mais antigas ou que possuem apenas um banheiro, no entanto, precisam adaptar este espaço para receber os não-moradores. Pequenos ajustes ajudam a conferir uma vocação mais acolhedora ao ambiente, disfarçando a presença do chuveiro entre as quatro paredes e colocando a vocação de lavabo em primeiro plano. 

 

Disfarce a presença do box 

No geral, os cantos de banho ficam posicionados ao fundo do banheiro. Manter um único revestimento no piso e nas paredes, tanto dentro quanto fora da área molhada - o box propriamente dito - ajuda a criar uma unidade visual que não direciona nosso olhar da mesma maneira que acontece quando se destaca o espaço sob a ducha com um acabamento diferente.

 

 

 

Outra maneira interessante de escamotear a área de banho é deslocar o ralo para o canto do ambiente. Assim, o piso sem o ralo central ganha uniformidade e ainda promove mais conforto na hora da chuveirada (não é preciso desviar os pés do acesso). Importante contar com ajuda de um profissional responsável para executar esse trabalho, já que será preciso avaliar o caimento da saída de água e refazer a impermeabilização. 

 

Se o seu banheiro híbrido tiver medidas enxutas, estude a possibilidade de trocar o fechamento do box por um modelo articulado. Com as portas recolhidas para o lado de dentro, os visitantes ganham centímetros valiosos para se movimentarem livremente, sem esbarrar em obstáculos.

 

No caso de um local com metragem confortável, mudar as ferragens do box para um modelo sem metais aparentes, que interferem visualmente na continuidade do fechamento surge como mais uma alternativa interessante que ajuda a dissolver a presença da área do chuveiro no banheiro híbrido. Uma chapa de vidro lisa, sem metais, também é mais fácil de limpar. 

 

Capriche na organização

Evitar a presença de itens sobre a bancada da pia converte quase que automaticamente um banheiro em lavabo. Ao ocultar os objetos de uso rotineiro do alcance do olhar, o ambiente fica mais clean e fácil de higienizar. 

 

Escolher um espelho com armário ou prateleira acoplada desponta como estratégia inteligente para facilitar o dia a dia. A Celite oferece uma linha com modelos de espelhos que podem até mesmo contar com luminária integrada. 

 

Aproveitar o espaço verticalmente com armários que avançam pelas paredes ou com o uso de prateleiras e nichos suspensos amplia o armazenamento sem deixar a baguncinha de todo dia aparente. No caso de prateleiras, pense em providenciar cestos para dispor dentro deles itens de limpeza pessoal como papel higiênico, algodão e hastes flexíveis. Dê preferência aos modelos com tampa - além de tirar da nossa vista esse monte de caixinhas, eles também as protegem da umidade. 

 

Aposte nos metais

Reformar o banheiro sem quebra-quebra parece um desafio? Pois saiba que muitas vezes está nos metais a resposta para essa questão. Renovar o conjunto de torneira ou misturador e chuveiro já basta para modernizar o ambiente como um todo sem precisar sequer de um martelo, basta escolher modelos com o mesmo tipo de instalação. Avalie o tanto de ousadia que você pretende adicionar ao projeto - teria coragem de substituir todos os cromados por itens com acabamento fosco? E mudar para elementos de linhas retas, como na linha Basic Plus

 

Observe também que além de chuveiros, torneiras, misturadores e registros há outros pontos focais em acessórios como toalheiros - de banho e de rosto - em duchas higiênicas, sifões, ralos e papeleiras. Você pode unificar tudo apostando em uma mesma linha para uma proposta mais harmônica. 

 
 
 

Escolher peças com um design diferenciado também vai deixar o espaço mais convidativo (para você e para a visita). Já conhece a Flow? Essa torneira fina e de bica alta surpreende no formato e proporciona um jato cascata super agradável ao toque. 

 

Ilumine com precisão

Acertar na iluminação, aliás, pode ser o que falta para transformar um banheiro comum no híbrido de lavabo com a dose certa de sofisticação. Para a luz geral, uma luminária de teto basta. Como o banheiro é um local dedicado ao bem-estar, uma lâmpada amarelada é a que cria os cenários mais acolhedores. 

 

Sobre a bancada da pia, uma boa dica é investir em arandelas, peças de design mais elegantes capazes de impressionar as visitas. Usadas aos pares, elas ainda dão uma força extra na hora da maquiagem ou do barbear. Alinhe dois modelos iguais com o espelho posicionado ao centro para suavizar as sombras que incidem sobre o rosto e permitir uma ótima visualização da face. 

 

Alternativa prática e moderna, a fita de led posicionada atrás do espelho promove a claridade indireta que é confortável para aqueles dias em que relaxar se torna a principal tarefa. Uma boa recomendação é combinar arandelas com luz branca, boas para iluminar e mostrar detalhes, com a fita de led amarelada, que traz esse conforto visual de forma discreta.

 

Dimerizar a área do box, permitindo luz mais suave ou mais intensa, transforma a hora do banho em um momento dedicado ao autocuidado. Com esse ponto de luz exclusivo para a ducha, a luz geral pode ficar centralizada em relação ao restante do espaço - outro truque que diminui a importância da área molhada, reforçando a vocação de lavabo. 

 

Ganhe conforto com as medidas certas

Mesmo compacto, o banheiro híbrido merece ergonomia. Para isso, vale sempre trazer à discussão as distâncias mínimas para uma circulação adequada no espaço. Ao redor da bacia, por exemplo, é importante ter pelo menos 30 cm livres de cada lado e outros 60 cm à frente. A área do box demanda 90 cm de largura. E a bancada padrão dista outros 90 cm do chão quando se trata de cubas de embutir; no caso de modelos de apoio ou sobrepor, uma bancada instalada a partir de 72 cm do piso fica confortável junto das cubas de apoio e de sobrepor. 

 

Lembre-se também de calcular o lugar certo dos acessórios. O toalheiro de banho encontra ponto ideal instalado entre 1,50 m e 1,80 m de altura, medidos a partir do piso. O ponto para o toalheiro de mão deve estar a 30 cm acima da cuba. Para a papeleira, a instalação entre 50 cm e 60 cm é a mais confortável. 

 

Atenta às demandas de espaços menores nos apartamentos modernos, a Celite oferece uma gama de produtos que se adequam perfeitamente às medidas enxutas, combinando praticidade e conforto. É o caso, por exemplo, dos gabinetes estreitos que já combinam armário, pia e espelho. O design arrojado deslocou a posição da torneira para a lateral, facilitando a passagem e agregando charme ao projeto. 

 

A menor bacia do mercado é um trunfo para banheiros pequenos. A Vip tem apenas 58 cm de profundidade e menos de 37 cm de largura, revelando-se a opção perfeita para os lugares com medidas compactas. O design clean e elegante da linha Fit, que combina gabinete integrado com cuba de apoio, aparece como alternativa para quem pretende renovar o banheiro híbrido e procura um móvel capaz de acolher os itens de um banheiro ao mesmo tempo em que deseja ter o charme de lavabo.

 

Invista na decoração

Nem só de funcionalidade vive um banheiro que também precisa cumprir o papel de lavabo. Parte da graça do espaço está em combinar a praticidade necessária com uma boa dose de beleza, concorda? Depois de escolhidos os metais e acessórios, os gabinetes, o fechamento de box e as arandelas ainda restam detalhes preciosos para completar o combo do banheiro híbrido. 

 
 

 

Que tal acrescentar um par de quadrinhos naquele espaço vertical ao lado do toalheiro? Escolha obras simples, que você sabe que resistirão à umidade do local - ou que possam ser substituídas sem muito apego. Quem sabe até emoldurar uma ilustração interessante com a proteção de um porta-retrato? Objetos de cerâmica, espelho ou vidro, resistentes e fáceis de limpar, surgem como alternativas valiosas. Lembre-se de checar a posição dos pontos de hidráulica antes de sair furando as paredes para pendurar os elementos decorativos. No mercado existem ganchos que podem ser presos apenas com o auxílio de fita dupla-face especialmente indicados para áreas úmidas. Vale a pesquisa.

 

Uma nova camada de cor também é capaz de renovar o ambiente sem exigir muito esforço ou pesar no orçamento. Cobrir a metade superior das paredes com uma cor diferente pode ser a dose de modernidade que faltava no banheiro híbrido para que ele se aproxime da identidade mais contemporânea tão comum aos lavabos. A dica é: quanto menos revestimento for possível usar fora da parte do chuveiro, mais cara de lavabo seu banheiro híbrido terá. Além da pintura, outra opção é escolher um papel de parede vinílico para cobrir apenas a área de fora do box. Vale até usar modelos estampados! Mas certifique-se de ter uma boa ventilação, de preferência natural. Se não houver janela, um sistema de ventilação artificial se faz necessário, mas, neste caso, considere um revestimento cerâmico. 

 

Que tal um pouco de verde? Vale selecionar espécies de plantas que sejam capazes de se desenvolver bem de acordo com a quantidade de luz natural disponível no ambiente. Em lugares com espaço, a zamioculca e o pacová, folhagens grandes e que têm pouca demanda por claridade, são escolhas interessantes. Sem espaço no piso, vale escolher espécies de plantas pendentes ou trepadeiras, que ficam lindas apoiadas sobre a bancada, em nichos ou acima dos armários e prateleiras. Samambaias, jibóias, columeias e peperômias estão nesse clube. Lembre-se de que cabe a você decidir por essas liberdades decorativas. 

 

Por fim, não se esqueça de escolher um bom conjunto de toalhas, com toque macio, e caprichar também nas escolhas dos aromas, seja ao dispor um dispenser com um sabonete líquido delicioso ou um aromatizador de ambientes para uma experiência completa a todos que por ali passarem. 

 

Independente do tamanho do seu banheiro, com estas dicas é possível combinar conforto para o morador sem perder a privacidade na presença das visitas. Lembre-se que pequenos ajustes já podem fazer muito pelo seu bem estar. Quer mais ideias? No blog da Celite você também poderá encontrar dicas para escolher o modelo ideal de chuveiro e como combinar cubas e torneiras


 

 

 

 
 

BUSCAR